Estudo revela como o cérebro de predadores organiza a caça



 

 

Karina Toledo | Agência FAPESP - A caça predatória, da qual muitos animais selvagens dependem para sobreviver, é considerada por estudiosos do cérebro um comportamento complexo, pois envolve diferentes habilidades que precisam ser exercidas de maneira eficiente e articulada para que o predador obtenha sucesso.

 

Por meio de experimentos com camundongos, pesquisadores brasileiros e norte-americanos conseguiram demonstrar que uma região cerebral conhecida como núcleo central da amígdala é a responsável por organizar as ações envolvidas na caça predatória. Mostraram ainda que isso ocorre por meio de duas redes neuronais distintas: uma que organiza a perseguição e a captura da presa e, outra, o controle motor da mandíbula e do pescoço necessário para que o predador consiga desferir a mordida fatal.

 

::: Leia mais

ICB realiza mesa redonda sobre ciência e educação
No dia 23 de outubro, acontece no ICB a mesa redonda “Ciência para/na educação”, organizada pela Comissão de Cultura e Extensão (CCEx-ICB). A mesa será realizada das 14h às 17h, no Anfiteatro Rosa do ICB IV, e será moderada pelo Prof. Dr. Erney Camargo.
Leia mais
Unesco premia brasileiro por estudos sobre leishmaniose e malária
A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, divulgou nesta segunda-feira os vencedores 2015 do Prêmio Pesquisas em Ciências da Vida. O professor brasileiro Manoel Barral-Netto é um dos premiados, por seus estudos sobre leishmaniose e malária.
Leia mais
Estudos dos mecanismos de reparo do DNA recebem o Nobel de Química
Agência FAPESP – “Há muitos mecanismos de reparação. Penso que, ao premiar pesquisadores que estudaram três mecanismos diferentes, a Academia Sueca procurou contemplar a área como um todo”, disse à Agência FAPESP o pesquisador Carlos Frederico Menck, professor titular do ICB-USP.
Leia mais
Laboratório da USP pesquisa sistemas neurais envolvidos no medo
AUN-USP- Diferentes tipos de medo são processados de maneiras distintas no cérebro, segundo estudo do grupo de pesquisa "Bases neurais do medo e da agressão", do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, coordenado pelo professor Newton Canteras.
Leia mais
Ministério da Cultura aprova livro sobre a história do ICB-USP
O Ministério da Cultura, na Lei de Incentivo à Cultura - Lei Rouanet, aprovou o projeto do livro Instituto de Ciências Biomédicas - USP: Memórias, Contexto e Perspectiva (Pronac 154483).
Leia mais
Excesso de iodo na gestação e lactação pode cau


sar hipotireoidismo na prol